Tesouros Náuticos

São Paulo Boat Show resgatará o jeito de navegar de antigamente com mostra de lanchas vintage

A quantidade de tipos de barcos que navega pelo Brasil é quase tão vasta quanto o nosso litoral. Mas beleza não depende, necessariamente, de luxo ou tamanho. Ela pode estar muito bem no capricho de um casquinho de madeira ou no bom gosto do proprietário, que conseguiu transformar uma lancha de série numa “edição especial”, só para ele. Em uma viagem nostálgica, os visitantes do São Paulo Boat Show 2019 terão a oportunidade de contemplar lanchas e veleiros que marcaram a história náutica do país.

A quarta edição da mostra Tesouros Náuticos apresentará todo o charme e elegância de lendários modelos das décadas de 1950, 1960 e 1970 de estilo esportivo. Uma exposição de barcos clássicos tão exclusivos quanto vinhos de perfeita safra. Serão mais de 10 modelos de embarcações que marcaram época nas categorias skiboats, runabouts, crackerboxes e lanchas de competição. “Ninguém ficará indiferente diante da beleza de uma lancha antiga”, diz Carlinhos.

O evento Tesouros Náuticos relembrará o estilo “dolce vita” das águas da represa de Guarapiranga, em São Paulo, que estas magníficas lanchas com casco de madeira são ícones até hoje. Entre as obras de arte, muitas lanchas do tipo skiboat, construída em São Paulo na oficina do Mestre Max, um artesão de origem alemã especializado em barcos de madeira, muito conhecido pelo esmero com o qual fazia suas lanchas de esqui.

Tanto que acabaram virando uma referência no mercado: as Maxboat. “Um encontro perfeito para quem adora o jeito de navegar de antigamente”, afirma José Carlos Beu, o Carlinhos, do estaleiro Esquimar, apaixonado por este tipo de embarcação e um dos principais incentivadores das lanchas de esqui no Brasil.